Publicado em Deixe um comentário

Assassino enviado a matar, desiste do crime e se converte

Virginia Prodan cresceu na Romênia comunista baixo o regime brutal do ditador Nicolai Caucescu. Nessa época, os cristão foram detidos, espancados e encarcerados.

Como advogada do governo, Prodan tinha um bom trabalho, mas não podia negar sua sede pela verdade. Foi então quando ela se encontrou com um cliente que tinha uma alegria expressiva no momento de opressão e escuridão.

“Tinha tudo o que estava buscando”, disse Prodan a CBN News. “

Então, nova convertida num governo mãos de ferro, ela imediatamente se tornou “uma inimiga do estado”.

“Me espancaram e me ameaçaram de morte”, disse enquanto se lembrava de ser interrogada pela polícia secreta sobre sua nova fé.

Prodan dedicava seu tempo em defesa dos cristãos baixo o regime comunista. Isso até que encontrou cara a cara com o homem enviado a matá-la.

Nesse momento de medo intenso, Prodan disse que escutou a voz de Deus dizendo: “Ouvi a voz dizendo, ‘fale do evangelho’”, relembra. Então, tomou coragem e começou a Jesus ao assassino.

“Eu disse que Deus o amava. Que Deus e eu o amávamos. Eu recitava versículos da bíblia”, disse Prodan. Ela nunca esqueceu o aconteceu depois.

“Estava tão fascinada pelo poder de Deus. Era um homem alto, corpulento que começou a pôr atenção à palavra de Deus. Continuei falando o evangelho e ele aceitou a Cristo al mesmo”.

Prodan lançou um livro Saving my assassin, onde expõe sua história para o mundo. Ela espera que todo o mundo veja através de seu testemunho, o cuidado de Deus para com os seus.

“Deveria estar morta. Enterrada num túmulo sem nome na Romênia. Obviamente, não estou lá, estou viva porque Deus tinha outros planos”, disse.

Com informações CBN News e BTN
Tradução: Jonara Gonçalves
Imagem: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *