Publicado em 1 comentário

Os cinco princípios do louvor

O seu louvor tem sido fruto do seu amor por Cristo? Os seus lábios tem professado nome de Jesus? Como tem sido o louvor oferecido por você? Compartilhe conosco sua experiência.

Em Colossenses 1 dos versos 13 ao 23, bem como em Hebreus 1, verso 3, a bíblia nos aponta os princípios bíblicos do louvor e o alvo de nossa adoração.

Na verdade, a palavra de Deus, está recheada de ensinamentos práticos sobre o louvor, mas, estamos fazendo de forma correta? Entendemos que a adoração é algo vindo do espirito, que transborda em louvor e esta, por sua vez, quando sincera, retorna ao Pai?

Baseados nos versículos citados acima, te desafio: O seu louvor tem sido por Ele e para Ele?

1. Tudo por Ele

Todas as coisas foram criadas por meio dele. Então nada pode ser adorado mais que Cristo. Na verdade é ele quem deve ser adorado. Por que ele é o Senhor de toda a criação e mantenedor da mesma.

2. Tudo para Ele

Como soberano e suficiente, Cristo não é apenas o Criador do universo, mas também o preserva.

3. Tudo por meio DELE

“Tudo foi feito por meio dele e para ele”. Sem Cristo, nada poderia subsistir. Tudo foi criado nele e em direção dele.

4. Tudo vem d’Ele

“Nosso Senhor e nosso Deus, tu és digno de receber a glória, a honra e o poder, porquanto tu és o Criador de tudo e, por tua soberana vontade, tudo o que há, foi criado e veio a existir”.

5. Tudo retorna a Ele

Portanto, a existência do Universo exige uma causa e seu funcionamento perfeito indica uma causa inteligente. Esse poder é a palavra de Deus, a sua palavra é a verdade, e a verdade é Cristo Jesus, o Senhor, digno de todo nosso louvor e adoração.

O seu louvor tem sido fruto do seu amor por Cristo?

Os seus lábios tem professado nome de Jesus?

Como tem sido o louvor oferecido por você?

Compartilhe conosco sua experiência.

Um comentário sobre “Os cinco princípios do louvor

  1. Tenho gostado muito destas exposições. Parabéns aos moderadores da página Visão Cristã pela forma que tem disposto a falar sobre um assunto tão controverso, e ao mesmo tempo, parabéns a autora do texto. Que Deus continue abençoando a ambos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *