Publicado em Deixe um comentário

Jair Bolsonaro é eleito com 57,8 milhões de votos no segundo turno

Jair Bolsonaro é Presidente eleito no Brasil. Governador eleito em Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Amapá, Rondônia, Rio Grande do Norte, Amazonas, Pará, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, Roraima e no Distrito Federal.

Jair Bolsonaro foi eleito presidente do Brasil no segundo turno das eleições e tomará posse em 1° de janeiro de 2019. O capitão reformado do exército de deputado federal desde 1991 obteve 55,13% dos votos válidos nas eleições de domingo, 28 de outubro. O professor Fernando Haddad terminou com 44,87% dos votos válidos, o equivalente a 47 milhões de votos.

Os votos nulos, brancos e abstenções (pessoas que não compareceram ao local de votação) somam 42,1 milhões de eleitores que não escolheram nenhum candidato, cerca de um terço do total. O número de votos nulos foi o maior registrado desde 1989, totalizando 8,6 milhões, 7,4% do total de eleitores.

Veja as principais propostas de Jair Bolsonaro:

  • Redução do número de ministérios dos atuais 29 para cerca de 15, com cortes de cargos e fim das indicações políticas;
  • Redução da carga tributária e desburocratização;
  • Privatização ou extinção de estatais;
  • Imposto de renda: alíquota única de 20% e isenção na faixa até 5 salários mínimos;
  • Construção de colégios militares nas capitais e encorajar a educação a distância;
  • Reforma política e o fim da reeleição;
  • Expulsão de médicos cubanos que não conseguirem revalidar o diploma no Brasil e “credenciamento universal” de médicos para atendimento no SUS;
  • garantia de retaguarda jurídica de “excludente de ilicitude” para civis e policiais;
  • mudança no Estatuto do Desarmamento e tipificação de ações do MST como terrorismo;
  • redução da maioridade penal;
  • resgate do projeto das 10 medidas contra a corrupção;
  • mudanças na Lei Rouanet, que reverte recursos para cultura;
  • aproximação com EUA, Japão, Europa e Israel e distanciamento da Venezuela.

Quem são os governadores eleitos no segundo turno em 2018

Além das eleições presidenciais, 14 unidades da federação elegeram governadores nesse domingo (28). As eleições 2018 foram para o segundo turno em Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Amapá, Rondônia, Rio Grande do Norte, Amazonas, Pará, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, Roraima e no Distrito Federal.

Veja a lista de governadores eleitos em segundo turno:

São Paulo
Eleito, João Doria (PSDB) teve 51,75%; enquanto Márcio França (PSB), 48,25%.

Rio de Janeiro
Eleito, Wilson Witzel (PSC) teve 59,87% dos votos; enquanto Eduardo Paes (DEM), 40,13%.

Minas Gerais
Eleito, Romeu Zema (NOVO) teve 71,80% dos votos; enquanto Antonio Anastasia, 28,20%.

Rio Grande do Sul
Eleito, Eduardo Leite (PSDB) teve 53,62% dos votos; enquanto José Ivo Sartori (MDB), 46,38%.

Distrito Federal
Eleito, Ibaneis (MDB) teve 69,79% dos votos; enquanto Rodrigo Rollemberg (PSB), 30,21%.

Amapá
Eleito, Waldez Góes (PDT) teve 52,35% dos votos; enquanto Capi 40 (PSB), 47,65%.

Amazonas
Eleito, Wilson Lima (PSC) teve 58,52% dos votos; enquanto Amazonino Mendes (PDT), 41,48%.

Mato Grosso do Sul
Eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB) teve 52,35% dos votos; enquanto Juiz Odilon (PDT), 47,65%.

Pará
Eleito, Helder (MDB) teve 55,43% dos votos; enquanto Dercio Miranda (DEM), 44,57%.

Rio Grande do Norte
Eleita, Fatima Bezerra (PT) teve 57,60% dos votos; enquanto Carlos Eduardo (PDT), 42,40%.

Rondônia
Eleito, Coronel Marcos Rocha (PSL) teve 66,34% dos votos; enquanto Expedito Júnior (PSDB), 33,66%.

Santa Catarina
Eleito, Comandante Moisés (PSL) teve 71,09% dos votos; enquanto Gelson Merísio (PSD), 28,91%.

Sergipe
Eleito, Belivaldo (PDT) teve 64,37% dos votos; enquanto Valadares Filho (PSB), 35,27%.

Roraima
Eleito, Antonio Denarium (PSL) teve 53,36% dos votos; enquanto Anchieta (PSDB), 46,64%.

Ore pelos governantes eleitos

A Bíblia nos orienta a orar e respeitar as autoridades. Oremos para que sejam pessoas íntegras e governem para o bem de toda a população, sabendo que Deus os julgará de acordo com suas ações.

“Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade” – 1 Timóteo 2:1-2

“Os lábios arrogantes não ficam bem ao insensato; muito menos os lábios mentirosos ao governante!”  – Provérbios 17:7

“Os lábios do rei falam com grande autoridade; sua boca não deve trair a justiça.”  – Provérbios 16:10

“O Senhor reina para sempre; estabeleceu o seu trono para julgar. Ele mesmo julga o mundo com justiça; governa os povos com retidão.”  – Salmos 9:7-8


Informações: TRE, G1, Estado de Minas.

Redação: Visão Cristã.